sábado, 13 de dezembro de 2014

Todos os dias no percurso casa-trabalho, rezo o terço mas ao sábado, mal me levanto começo nas tarefas da casa e, na maior parte dos sábados só já rezo o terço quando vou para a cama, ainda assim sinto falta e penso durante o dia que tenho de arranjar logo pela manha tempo para o fazer mas, la vou sempre adiando, mas, no domingo passado, no grupo de oração, uma das senhoras partilhou um dos seus hábitos, quando estava a passar a ferro e não tinha as mãos disponíveis para contar as ave-Marias, usava 10 feijões. Hoje pela manha, estava a fazer a cama e lembrei-me disso, arranjei 10 bolinhas que uso para fazer os terços e as dezenas, mas, ainda não tinha o lençol a meio e já tinha de ir contar mais uma bolinha, assim não iria resultar, mais valia sentar-me e rezar , eis que pensei, e se meter as bolinhas num bolso do avental e for passado para o outro?! Assim fiz, confesso que cheguei a uma certa altura, já não sabia que bolso era de tirar e qual de meter, devo ter rezado algumas a mais mas também não faz mal nenhum! Entre fazer camas, aspirar e estender roupa, rezei o terço em voz alta, e dei comigo a rir de satisfação. 


                   "Andai sempre alegres, orai sem cessar, e, em todas as circunstancias, dai graças, 
                     pois é a vontade de Deus em Jesus Cristo".
                                                                                                  ( 1 Tes 5, 16-18)



Que maravilha! Dei mais um passinho, na minha caminhada!!     
Obrigada Maria!!!

2 comentários: